31° Cine Ceará anuncia filmes das Mostras Sociais

Filme “Se arrependimento matasse”, de Lilia Moema Santana, será exibido na TVC.

Três ficções, duas brasileiras e uma colombiana, serão exibidas nas Mostras Sociais do 31º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, que acontece de 27 de novembro a 3 de dezembro de 2021 de forma presencial em Fortaleza, em TV por assinatura, TV aberta e online. O Primeiro Filme a Gente Nunca Esquece, para crianças, Acessibilidade e Melhor Idade, são mostras realizadas anualmente pelo festival, cumprindo um de seus objetivos, que é democratizar o acesso ao cinema, promovendo a exibição de filmes especialmente para cada um desses públicos. 

A sessão da mostra O Primeiro Filme a Gente Nunca Esquece será no Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult CE), gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), tendo como público-alvo prioritário alunos de escolas cadastradas para a exibição. Para a programação presencial o festival seguirá os protocolos sanitários vigentes do setor de audiovisual/cinema, estabelecidos pelo Governo do Ceará por meio de decreto. A exemplo da edição anterior, as mostras Melhor Idade e Acessibilidade serão exibidas na TV Ceará (TVC), emissora mantida pela Fundação de Teleducação do Ceará – Funtelc, vinculada à Secretaria da Casa Civil do Governo do Estado.

OS FILMES

Na mostra O Primeiro Filme a Gente Nunca Esquece será exibido o longa-metragem “Pequenos guerreiros (2021), uma ficção dirigida pela cearense Bárbara Cariry. No filme, Cosme e Dona Maria, acompanhados do filho Benedito e dos sobrinhos Matheuzinho e Bruna, fazem uma viagem do litoral até a cidade de Barbalha, onde vão pagar uma promessa na Festa do Pau da Bandeira. A viagem é uma descoberta das paisagens, das histórias e das riquezas culturais do sertão. As três crianças vivem um processo de encantamento e afetividade e, depois da bonita aventura, Bruna, Matheuzinho e Benedito serão para sempre grandes amigos.

Na mostra Acessibilidade o festival exibe na TVC o filme “Se arrependimento matasse” (2019), longa de ficção da diretora cearense Lília Moema Santana. Conta a história de quatro mulheres, que compartilham de um só arrependimento. O encontro inusitado entre Glória, prepotente professora universitária, Isabel Cristina, quarentona romântica, Duda, adolescente problemática e Adelaide, dona de casa depressiva, vai desenrolar uma trama cheia de conflitos, humor, suspense e um final surpreendente.

A produção colombiana “Amália, a secretária” (2017), do diretor Andrés Burgos, estará na Mostra Melhor Idade, na TVC. Em 2018 o filme integrou a Mostra Competitiva de Longa-metragem do Cine Ceará. Nesta ficção, Amalia é uma secretária rigorosa e um tanto chata, que vê sua monótona vida virar de pernas para o ar ao conhecer o novo responsável pela manutenção da empresa onde trabalha. Ela ficará à procura de coisas precisando de reparo (ou quebrando-as ela mesma) só para poder ficar perto dele.

31º CINE CEARÁ

Mostras competitivas e exibições especiais, com produções locais, nacionais e internacionais vão compor o 31º Cine Ceará. Realizado anualmente desde 1991, esta é a segunda edição do Cine Ceará no formato presencial e virtual. Margarita Hernandez é a diretora de programação do evento e o cineasta Wolney Oliveira é o diretor executivo do festival desde 1993.

Em Fortaleza, no Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult CE), gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), serão exibidos os seis filmes da Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem, as 12 produções da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metragem, os três longas da Mostra Olhar do Ceará, de forma hors concours o longa “O Marinheiro das Montanhas”, de Karim Aïnouz, o longa da mostra O Primeiro Filme a Gente Nunca Esquece e cinco curtas do Prêmio Água e Resistência, realização do Cine Ceará e da Cagece.

A Competitiva Ibero-americana também estará no Canal Brasil, Canais Globo e Globoplay + Canais ao Vivo. Os 17 curtas da Mostra Olhar do Ceará serão exibidos no Cinema do Dragão, em Fortaleza, no canal do Cine Ceará no YouTube e na TVC. Na emissora serão exibidos também os longas da Mostra Melhor Idade e Mostra Acessibilidade. E no canal do Cine Ceará no YouTube, durante a 31ª edição do festival, também serão disponibilizados os curtas do Prêmio Água e Resistência e serão exibidos os cinco filmes selecionados para a Mostra Pontes Criativas, que também terá exibição presencial em local a definir.

O 31º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema é uma realização do Ministério do Turismo, através da Secretaria Especial da Cultura, da Associação Cultural Cine Ceará e da Bucanero Filmes. Tem o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult Ceará), da Universidade Federal do Ceará, via Casa Amarela Eusélio Oliveira, e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secultfor. Conta com o Canal Brasil como Exibidor Oficial. Apresentação: SP Combustíveis. Patrocínio VIP: Nacional Gás, Esmaltec e Indaiá. Patrocínio: Piraquê, Cagece e Banco do Nordeste.

SERVIÇO 

31° Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema – De 27 de novembro a 03 de dezembro de 2021 em formato presencial no Cineteatro São Luiz e no Cinema do Dragão, em Fortaleza, no Canal Brasil, Canais Globo e Globoplay + Canais ao Vivo e canal Cine Ceará no YouTube. Informações: www.cineceara.com. Instagram: @cineceara, Facebook: Festival Cine Ceará. E-mail: contatos@cineceara.com

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.